Condomínios Horizontais são alvo de criminosos em Hidrolândia – GO

Síndicos se reúnem para tentar resolve o problema da segurança em seus condomínios.

Em reunião ocorrida nesta terça-feira dia 11 Abril, síndicos de condomínios horizontais instalados no município de Hidrolândia – GO se reuniram para discutirem sobre a total insegurança nos empreendimentos e para tentarem alguma solução para o fato que gera total intranquilidade aos os moradores.

Segundo relatou condôminos presentes, todos os dias acontecem invasões, arrombamentos e roubos, devido à grande quantidade de marginais que invadem as propriedades, tornando quase que ineficaz a segurança privada interna subsidiada pelos próprios moradores.

A idéia inicial é que vereadores do município possam endoçar e fortalecer o pedido do conglomerado junto à administração municipal para que a mesma solicite junto ao governo do estado um efetivo maior da polícia militar para tentar solucionar o sistêmico e crônico problema da segurança publica municipal.

“Estamos buscando soluções para a Segurança Publica no Município de Hidrolândia, Já há algum tempo, pois temos treze condôminos com uma população estimada em mais ou menos 8.000 pessoas. Temos apenas uma viatura rural pra fazer a cobertura de mil quilômetros quadrados tornando assim praticamente uma missão impossível para a polícia Militar. Verdadeiro trabalho de enxugar gelo, pois o município é maior que Aparecida de Goiânia. É verdade que existe a possibilidade da instalação de uma Companhia da PM, mas até lá estamos reféns da marginalidade e do descaso do Poder Publico” Destacou Sergio Mesquita Conselheiro Fiscal e relações Pública do condomínio Encontro das Águas.

O problema da segurança em Hidrolândia é notório e tenaz comprovado através de diverso relatos de moradores que reclamam de assaltos em pontos de ônibus, Invasões residenciais, dentre outras ocorrências que apesar do grande esforço dos policiais militares que fazem diurnamente um trabalho ostensivo e preventivo, não conseguirem realizar um bom trabalho pelo fato de o estado manter apenas 3 viaturas para as zonas urbanas e uma para toda extensa zona rural.

Há reclamações de proprietários de chácaras deixarem de ir às suas propriedades devido ao grande índice de criminalidade. O Senhor Osvaldo Dias, disse não agüentar mais repor moveis, eletrodomésticos e eletrônicos na sede de seu imóvel pois a policia nunca chega em tempo de resolver o problema dada a circunstância de não haver policiais suficientes, destacou ele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *