Em quatros anos e meio, Hugol realiza mais de 10 milhões de atendimentos

O Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), finalizou o ano de 2019 com números que impressionam e reforçam a qualidade de atendimento oferecidos pela instituição. De julho de 2015 a dezembro de 2019, o hospital realizou 10.200.144 procedimentos, dentre urgência e emergência, internações, ambulatório e equipe multidisciplinar (7.387.816), procedimentos cirúrgicos (78.227), exames (2.646.732), transfusões (46.531) e coletas de sangue (40.838).

O cuidado dedicado às vidas foi avaliado pelos usuários com 97% de satisfação, o que reflete a filosofia de trabalho voltada à humanização do atendimento e, acima de tudo, à resolutividade, com qualidade e segurança para os pacientes. Quanto à origem dos pacientes, 59% são moradores de Goiânia, principalmente da Região Noroeste, e 40% de outros municípios de Goiás. Além disso, 1% dos atendimentos foi dedicado a pacientes de outros Estados, denotando a representatividade que o hospital tem obtido no âmbito nacional, como é o caso da unidade especializada em queimaduras.

Atuar na educação em saúde da comunidade da Região Noroeste de Goiânia, local onde a unidade está localizada, também é uma das ações contínuas realizadas pelo Hugol desde 2016. De lá até dezembro de 2019, o hospital, por meio de seus programas institucionais, como o de Prevenção de Acidentes e Reeducação no Trânsito (Pare), Hugol na Comunidade e Hugol nas Escolas, a instituição já interagiu com 59.837 pessoas, realizando orientações e/ou procedimentos de saúde.

Elogios

A satisfação pelo atendimento no hospital é expressada pelos usuários em registros feitos no Serviço de Atendimento ao Usuário e Ouvidoria do Hugol. ‘‘Agradeço a Deus pela UTI humanizada, pois pude estar ao lado do meu filho durante a maior parte do tempo, sendo acolhidos e bem tratados por toda a equipe. Foram dias em que fomos fortalecidos por Deus e nossa fé foi renovada, pois tivemos um milagrinho concedido ao ter nosso pequeno forte e saudável em nossos braços. Agradecemos ao Senhor e a toda equipe do Hugol, pois o Anthony só está vivo por causa de vocês’’, relatou Natiely Freire, mãe do paciente Anthony.

Andréia Nunes, paciente da unidade, comentou sobre o serviço de ambulatório da unidade: ‘‘Me sinto muito segura de poder retornar ao mesmo lugar em que fiz minha cirurgia. É importante continuar sendo atendida pela equipe que sempre me acolheu tão bem e já conhece todo o meu histórico médico’’.

A paciente Vanusa de Cândido enfrentou uma história de superação e agradeceu toda a equipe pelo apoio oferecido. “O Hugol é minha segunda casa e aqui sou tratada muito bem. Sou muito querida por todos e gostaria de agradecer pela forma como sou cuidada, pois me considero a princesinha do hospital. Eu perdi um pedaço da minha perna, mas vivo uma vida normal, realizando todas as tarefas do cotidiano, inclusive andando de salto alto, pois eu adoro sapatos desse tipo. Eu adoro minha prótese e me acho uma mulher linda, pois a beleza vem do interior e, quando você se ama, tudo se torna mais fácil”, contou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *